RESUMO DO FILME DOCE VINGANÇA


Uma jovem escritora resolve alugar um chalé numa floresta isolada para relaxar e escrever um dos seus livros. No caminho para o carro em um posto de combustível para abastecer o tanque. É assediada por uns marmanjos machistas e escrotos e fica constrangida.
Já no chalé a privada do banheiro quebra e ela liga para consertarem. O mecânico é um nerd amigo dos caras que a assediaram no posto. Um deles se sentiu ofendido por ela após receber uma piada e fala para os outros que vai tê-la, pois mulheres da cidade, segundo ele, são todas vadias que ficam se exibindo para os machos.
Passando-se dois dias no chalé ela começa a perceber coisas estranhas e certa noite é surpreendia pelos homens que a constrangeram no posto de combustível. Eles começam a humilhá-la e zombá-la, um deles sempre filmando tudo. Obrigam-na a beber bebida alcoólica e chupar o cano de um revólver. Ela consegue fugir e encontra um policial no caminho e pede ajuda. Ele volta com ela no chalé para verificar a situação, porém se alia aos demais homens que já os conhecia desde criança e também passa a abusá-la.
Eles obrigam o nerd a perder sua virgindade a estuprando. Ela sai para a floresta, mas é perseguida por eles. E ali é estuprada de forma violenta pelos demais. Já quase desfalecida sai andando na esperança de fugir, mas eles vão atrás dela e antes que o policial atire de espingarda nela para matá-la e sumir com o corpo, ela se joga da ponte e cai em um rio. Eles ficam desesperados tentando encontrar o corpo e sumir com as provas do crime, mas seu corpo não é encontrado.
Ela sobrevive e dias depois começa a aterrorizar a vida de cada um dos que lhe estupraram, fazendo exatamente como eles fizeram com ela. Ela decide se vingar de um por um de forma cruel e sem piedade.
Todos caem nas emboscadas que ela planeja. Sempre os ataca por trás com alguma ferramenta fazendo-os desmaiar e logo depois amarra-os. Quando acordam começam a serem torturados física e psicologicamente exatamente como a torturaram, porém com mais requintes de crueldade.  
O primeiro, o nerd, é enforcado até desmaiar. O segundo cai numa armadilha e tem o seu pé perfurado por dentes enormes camuflados nas folhas do chão. Fica imobilizado. Sua cabeça é amarrada e imobilizada com fita isolante à uma árvore. Suas pálpebras são perfuradas com anzóis e esticadas até que seus olhos ficam bem abertos sem que ele possa fechá-los. Ela põe rato morto e pobre na sua boca até ele vomitar. Por último, esfrega vísceras de peixe nos seus olhos que mais tarde são devorados por covos famintos.
O terceiro é amarrado de mãos para trás e posto sobre tábuas em cima de uma banheira velha. A banheira é enchida com água suja e fedorenta. Ela o afoga várias vezes assim como ele fez com ela em um poço de lama na floresta, dizendo as mesmas palavras que ele havia lhe dito. No final, despeja soda cáustica na água da banheira e retira uma das tábuas que o sustentavam. Ele se esforça muito para manter o corpo reto e alinhado para não encostar na água ácida, no entanto, em certos momentos não resiste a pressão atmosférica e mergulha seu rosto que aos poucos é corroído pelo ácido. Passado algum tempo ela levanta sua cabeça que já está toda ferida e desfigurada.
O quarto é amarrado com as pernas e os braços abertos e assim esticados pelas cordas. Ela o humilha atingindo sua masculinidade. O faz chupar um cano de revólver até ele vomitar, assim como ele lhe fizera. Corta o seu pênis com um alicate enorme e o põe na boca dele. Ele morre sangrando aos poucos.
O último, o policial, que era casado, tinha uma filha e sua esposa estava grávida, começou sendo chantageado discretamente por ela. Ela enviou a fita da gravação do estupro para sua esposa por correspondência. Ele foi tirar satisfação com os demais estupradores, antes deles serem mortos, achando que fora um deles que pregou a peça. Certa vez recebe uma ligação da esposa pedindo para ele falar com a nova professora da filha e no outro lado da linha  quem estava falando era justamente a jovem escritora que ele havia estuprado. Fica desesperado. Acaba caindo numa emboscada. Depois de ser nocauteado por um golpe certeiro na nuca é amarrado de quatro sobre uma mesa e com uma espingarda enfiada no seu ânus. Assim como ele disse no ato do estupro que gostava de meter por trás ela também o disse para ele empurrando com força a espingarda no seu ânus, ele gritava de dor. Por fim, ela amarrou um cordão no gatilho da arma e a outra ponta no braço do nerd que estava desacordado sentado numa cadeira em frente ao policial. Quando este se acordou assustou-se com a situação e moveu o braço puxando o gatilho e disparando a arma. Ambos morreram com o mesmo tiro, já que a bala atravessou o copo do policial e atingiu o seu comparsa de crime que estava logo a sua frente. O filme encerra-se deixando no telespectador o gostinho de quero mais.
 
Autor: Marcondes Torres

Por favor, compartilhe!

  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...

Nenhum comentário :

O que achou do blog? (Sugestões, Críticas, Opiniões e Elogios)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Minha Estante

Meu Livro!

Scroll to top